Skip to content

Presença dos McCann em Lisboa foi um erro

17/01/2010

Capa do Daily Express chocou os McCann

Clarence Mitchell, o especialista em comunicação que tem actuado como porta-voz de Kate e Gerry McCann desde o desaparecimento de Maddie, avisou o casal para o perigo, em termos de imagem, que constituía a sua presença na sala de audiências do tribunal cível de Lisboa onde decorreu o julgamento da providência cautelar que proíbe a venda do livro de Gonçalo Amaral.
Segundo uma fonte próxima de Clarence Mitchell, o especialista em comunicação avisou o casal que a sua presença no tribunal iria levar a comunicação social britânica a deslocar-se em massa a Lisboa o que poderia levar à divulgação, em Inglaterra, dos argumentos apresentados pela defesa do ex-coordenador da Policia Judiciária (PJ), o que acabou por acontecer.
Os directos da televisão no primeiro dia de audiência, e as capas dos jornais ingleses no dia seguinte, acabaram por confirmar os receios de Clarence Mitchell de que a presença do casal só ia causar mais problemas (na imagem a capa do Daily Express de quarta-feira passada com o titulo “Maddie morreu no apartamento”).

Missing Clarence Mitchell: porta-voz quer ser deputado

Clarence Mitchell

Segundo a mesma fonte, Clarence Mitchell mantém relações de amizade com os pais de Madeleine McCann mas a sua disponibilidade para participar nas acções do casal tem vindo a diminuir. Clarence Mitchell foi aliás o grande ausente da cena mediática que rodeou a presença de Kate e Gerry McCann em Lisboa obrigando Cláudia Nogueira, a responsável em Relações Publicas da Lift Consulting – a empresa portuguesa que está a ajudar a campanha do casal – a multiplicar as acções de informação junto dos jornalistas presentes no tribunal, desmentindo nomeadamente que o seu homólogo inglês pudesse ter-se oposto à viagem dos pais de Madeleine.
A Lift Consulting é uma consultora estratégica especialmente vocacionada para as áreas da Consultoria em Comunicação, Gestão de Reputação, Relações Públicas e Assessoria de Imprensa.
A falta de disponibilidade de Clarence Mitchell, segundo aquela fonte, explica-se por imperativos de ordem profissional e política – o porta-voz dos pais de Madeleine prevê a sua entrada no parlamento britânico nas próximas eleições como deputado conservador.
Antigo jornalista, saído das fileiras da BBC para a unidade de controlo dos média no gabinete de Tony Blair, Clarence Mitchell foi o homem forte da campanha dos McCann e elo de ligação entre o casal e dois primeiros-ministros do Partido Trabalhista (Labour Party).
Enviado a Portugal por ordem de Tony Blair, Mitchell esteve à frente da campanha internacional dos pais de Maddie utilizando os seus contactos oficiais no governo inglês para obter o acesso de Kate e Gerry ao Vaticano e ao Parlamento Europeu, entre outros.

3 comentários
  1. M.Candida Lopes permalink
    18/01/2010 14:47

    Uma coisa é certinha , independentemente de concordarmos ou não com as posições dele, Clarence Mitchell demonstra mais uma vez ser um excelente profissional.
    Por acaso, desta vez, concordo com a opinião dele.

  2. Rodrigo permalink
    18/01/2010 14:40

    Então o homem cor-de-rosa está de malas feitas para entrar no parlamento!? Eu recordo-me de alguns artigos seus e do Paulo onde revelaram os movimentos e as transferências dos diplomatas e dos PR ingleses. É giro constatar que, uma vez mais, um PR acaba por ver compensado politicamente o seu trabalho.

  3. 17/01/2010 20:00

    Olha que chatice. Correu mal, foi? Tanto dinheiro gasto em PR e mesmo assim não acertam uma. Devo confessar que tenho algumas saudades do Clarence Mitchell. Por motivos egoístas, mas tenho. É que quando o via com mais frequência, estava mais elegante. Sempre que o via, perdia o apetite.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: