Skip to content

Criança raptada pela mãe foi entregue ao pai

04/12/2009

Raptado em França, regressa amanhã a casa.

por Cynthia Valente & Duarte Levy

Manuel passou 14 dias longe de casa

Os longos dias de sofrimento da família Lopes chegaram ontem ao fim. O Tribunal de Braga decidiu confiar ao pai a guarda temporária de Manuel Lopes, a criança de 9 anos raptada em França, alegadamente a mando da mãe.
O menino estava desde sexta-feira passada no Centro Cultural e Social de Santo Adrião, em Braga, para onde havia sido conduzido pela Comissão de Protecção de Crianças, acompanhados pela polícia.
Depois de ter passado alguns dias em casa dos avós maternos, a criança foi levada pela mãe para uma pensão, onde acabaria finalmente por ser recuperado.
O impasse provocado pela indefinição, em Portugal, do poder paternal aquando do divórcio dos pais impedia que o menino pudesse voltar para casa com o pai.
Ontem, ao final da tarde, Rui Lopes recebeu finalmente o acordo do tribunal para ir buscar o filho à instituição e levá-lo para casa de familiares enquanto aguarda viagem de regresso a França, o que poderá acontecer ainda hoje.
Anteontem, o Tribunal de Guimarães declarou-se incompetente para julgar o caso e atribuir a guarda da criança, remetendo a decisão definitiva para as autoridades francesas. Foram entretanto nomeados delegados do Tribunal de Braga, que passaram ontem várias horas na instituição para falarem com a criança e com os psicólogos que o acompanharam e decidir qual seria a melhor opção. A resposta foi favorável ao pai.
“O Tribunal entendeu que o menino corria perigo com a mãe e que como pai isso não aconteceria”, explicou ao 24 horas o advogado Pedro Teixeira de Sousa.

hoje no 24horas

Ler também:

Exclusivo 24horas

“Eu pensava que vocês já não me vinham buscar”

“Ainda vi o meu filho tentar resistir a um dos agressores”

Menino raptado em França pode estar em Portugal


One Comment
  1. Maria C.Lopes permalink
    04/12/2009 14:31

    HOJE tenho orgulho da Justiça Portuguesa.

    Obrigada a TODOS os que ajudaram o Manuel a reencontrar a sua verdadeira casa.

    Bem hajam.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: