Skip to content

McCann querem vir a Portugal

07/10/2009

No 24horas

No 24horas

Gerry McCann, o pai de Maddie, confirmou ontem em Madrid que o casal tenciona regressar ao local de onde desapareceu a filha, na Praia da Luz, Algarve, ainda antes do final do ano.
“Kate gostaria de regressar à Praia da Luz quando as coisas estiverem mais calmas, mas pretendemos que seja uma visita privada, provavelmente antes do final do ano,” disse Gerry McCann a jornalistas e advogados.
Gerry estava ontem no Palácio Municipal de Congressos da capital espanhola onde participou no Congresso Internacional de Advogados. O pai de Maddie, a menina que desapareceu na Praia da Luz em Maio de 2007, participou como orador num painel dedicado aos meios de comunicação social, o direito à privacidade e à reputação.
Com uma fotografia de Madeleine como pano de fundo, Gerry McCann reafirmou a intenção do casal de continuar a sua campanha: “é preciso convencer as pessoas de que a procura deve continuar,” disse o pai de Maddie sublinhando que não existe “absolutamente nenhum indício de que foi gravemente ferida” e que continua a acreditar que a filha ainda está viva.
O pai de Madeleine McCann reconheceu que “não há avanço” nas investigações privadas que o casal organizou desde o desaparecimento da filha, mas afirmou manter intactas as suas esperanças de encontrar a filha.
Já aos jornalistas, o pai de Maddie recusou falar do processo que o casal intenta contra Gonçalo Amaral ou a comentar as razões pelas quais ainda não pediram ao Ministério Público a reabertura do processo.
Gonçalo Amaral, que se deslocou no princípio da semana a Paris, França, está proibido de falar sobre a tese da morte de Maddie assim como do conteúdo do seu livro “Maddie, A Verdade da Mentira”, onde o ex coordenador da PJ revela detalhes da investigação ao desaparecimento da criança.

também no 24horas

One Comment
  1. Fernando Lebre permalink
    11/10/2009 17:37

    Coincidencias:

    Vcs aí em Portugal vejam se se calam com os Mccans senão nós aqui em Inglaterra dizemos o que sabemos acerca do Freeport.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: