Skip to content

Maddie: detectives também procuram um yatch

08/08/2009

As buscas da Policia Maritima em Maio de 2007

As buscas da Policia Maritima em Maio de 2007

Os detectives privados contratados por Kate e Gerry McCann, depois de terem lançado um alerta mundial para localizar uma mulher que esperava receber uma criança em Barcelona, interessam-se agora a um yatch alegadamente de nacionalidade sueca que esteve no Algarve na noite em que Madeleine desapareceu.
A nova linha de inquérito que os detectives contam aprofundar visa saber se Maddie poderia ter sido transportada num barco de recreio da Praia da Luz até Barcelona depois de ter sido raptada do apartamento onde se encontrava a dormir – uma hipótese que Dave Edgar, um dos ex-policias que trabalham com os McCann, até agora não considerava credível e que revela a confusão e a dificuldade em que estão mergulhados os investigadores privados.
De acordo com uma fonte próxima do inquérito, o interesse dos detectives recai sobre o yatch “Fun Too” que saiu da marina de Portimão a 4 de Maio de 2007 com destino a Albufeira mas que nunca ai terá chegado. O nome do barco não é conhecido nos registos do Royal Swedish Yacht Club (Kungliga Svenska Segel Sällskapet), nem na maioria dos registos suecos para este tipo de embarcação.
Das seis embarcações cujos movimentos foram considerados como “possivelmente suspeitos”, e de acordo com uma fonte do Comando da Policia Marítima em Portimão, apenas o “Fun Too” ficou por controlar, desconhecendo-se a sua rota e o seu destino final apesar de existirem registos da sua passagem em Barcelona em 2007.

Duarte Levy também no 24horas

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: