Skip to content

Pai de Maddie McCann prepara regresso a Portugal

17/05/2009

Gerry vai trazer dois detectives

Gerry McCann, o pai da criança inglesa que desapareceu na Praia da Luz, Algarve, em Maio de 2007, está a preparar mais uma viagem a Portugal – desta vez na companhia dos dois novos investigadores contratados pela família, que pretendem efectuar “novas descobertas” sobre o que aconteceu a Maddie.
Dave Edgar e Arthur Cowley, os dois polícias reformados que o casal McCann contratou para analisar os documentos divulgados pelo Ministério Público, pretendem agora provar que a criança se encontra retida na região por um de cinco possíveis raptores que já identificaram. Os dois investigadores, que substituíram uma já longa lista de alegados detectives e militares junto dos McCann, acusam ainda a Policia Judiciária (PJ) de ter ignorado uma lista de 18 alegados pedófilos e uma série de seis ataques a crianças inglesas no Algarve.
Contrariamente ao que sempre afirmaram os detectives da Metodo 3 e os antigos militares da Control Risks Group (CRG), duas agências que o casal McCann contratou para procurar Maddie – os novos investigadores não acreditam que a menina tenha sido raptada por uma rede de tráfico de crianças ou levada para bordo de um barco, algumas das muitas teorias que têm sido avançadas para explicar o desaparecimento de Madeleine.
Apesar de ainda não ser conhecida a data exacta da viagem de Gerry McCann a Portugal, fonte próxima do casal confirmou ao 24horas que o pai de Madeleine “vai estar no Algarve quando os dois investigadores o julgarem necessário”, o que pode acontecer rapidamente.
“Gerry McCann lançou-nos uma vez o desafio de a PJ encontrar o corpo de Madeleine,” disse ao 24horas um dos inspectores da PJ em Portimão acrescentando: “Agora é a nossa vez de lhe lançar um desafio, que venha a Portugal encontrar a sua filha. É tudo o que lhe pedimos. Caso contrário que peça a reabertura do processo e que regresse com os amigos para finalmente colaborar com a justiça.”

Desapareceu Kate McCann

Lisa Donovan no Océan Club

Lisa Donovan no Océan Club

No novo documentário sobre o caso que a SIC apresentou esta semana, intitulado “Maddie: Dois anos de angústia”, desapareceram as imagens onde a actriz americana Lisa Donovan representava o papel de Kate McCann na reconstituição do que teria acontecido na noite do dia 3 de Maio de 2007.
Uma fonte da Mentorn Media – que produziu o documentário para Channel 4 – disse ao 24 Horas que a iniciativa de retirar aquelas imagens partiu de Gerry McCann, explicando que “a decisão teria sido tomada depois da exibição do documentário de Gonçalo Amaral”, conforme o 24 horas já tinha avançado. Segundo a mesma fonte, “a representação do que Kate teria feito na noite em que desapareceu Maddie não era convincente e levantava algumas dúvidas”.
Mas não foram só as imagens da falsa Kate que foram cortadas. Muitos dos factos que estão no centro do desaparecimento de Maddie – como a visita de David Payne ao apartamento entre as 18 e as 19 horas – acabaram por não ser sequer abordados: a própria mulher de David disse a polícia que não sabia onde o marido esteve nesse período de tempo. Enquanto Kate e David falam de uma visita de 30 segundos, o pai da criança fala de meia hora. A questão teve para a PJ uma importância capital porque é nesse espaço de tempo que Madeleine é vista com vida por alguém exterior ao casal.
Também a actriz, que tinha sido escolhida durante um casting em Inglaterra, não conseguiu explicar ao 24horas o mistério que esconde o corte das imagens filmadas na Praia da Luz, confirmando no entanto ter sido paga pelo seu trabalho. A actriz está proibida de revelar aos média o conteúdo das imagens que a Mentorn Media filmou, o mesmo acontecendo com os outros 14 actores.

Duarte Levy no 24horas

One Comment
  1. mcreis permalink
    17/05/2009 21:22

    Lá vamos ter de aturar a presença do mc(gosta muito de cá vir.Será pela infeliz montanheira Maddie ou será 1 alguma saia redonda da carolina?).Vem é com 2 body guard.
    Se fosse aquele do filme…..
    A Lisa,que faria o papel de kate,não aparece.Com essas cenas,cortadas=censuradas o documentário caseiro forneceria dados e pistas ainda por cima registados.Quis fugir desse perigo mas penso que se está a enterrar cada vez mais no charco.
    Vejamos os próximos episódios desta novela uk, rasca.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: