Skip to content

Procuradores reconhecem diligências no caso Maddie

30/04/2009

O Procurador Magalhães e Meneses nem assinou o despacho de arquivamento

O Procurador Magalhães e Meneses nem assinou o despacho de arquivamento

McCann não pediram reabertura do inquérito

Os procuradores titulares do processo Madeleine McCann reconheceram hoje que continuam a receber “informações” sobre o caso, mas que até este momento nenhuma das pistas “resultaram em qualquer facto ou circunstância” que justificasse “a reabertura do inquérito”.
Há duas semanas, em declarações ao 24horas uma fonte do Ministério Público já tinha confirmado que após o arquivamento do caso Maddie, a 21 de Julho de 2008, diversos elementos foram juntos ao processo mas, quer o procurador-geral adjunto, João Melchior Gomes, quer o procurador Magalhães e Menezes, consideravam não existirem motivos “suficientemente fortes” para reabrir o inquérito.
Apesar das palavras dos magistrados, uma fonte da Policia Judiciária de Portimão confirmou que com a saída de Paulo Rebelo o interesse pelo caso “renasceu” e que novas diligências têm sido feitas.
Hoje, em declarações à TVI24, os magistrados responsáveis pelo processo limitaram-se a reafirmar “que nada têm a acrescentar ao que consta do despacho final” muito embora reconheçam que as informações que chegaram às autoridades portuguesas foram objecto de diligências: “têm sido objecto de análise e tratamento sempre que revelam o mínimo de consistência ou verosimilhança”, afirmou o Ministério Público.

Duarte Levy

One Comment
  1. Marie(f) permalink
    30/04/2009 21:50

    “uma fonte da Policia Judiciária de Portimão confirmou que com a saída de Paulo Rebelo o interesse pelo caso “renasceu” e que novas diligências têm sido feitas.”

    até que enfin!!!

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: