Skip to content

Amigo dos McCann suspeito de pedofilia

16/04/2009

David Payne

David Payne

David Payne, um dos sete membros do chamado “grupo do Tapas”, que estiveram ao lado dos pais de Madeleine McCann no momento em que a menina desapareceu foi, de acordo com Gonçalo Amaral, acusado por um casal de médicos ingleses, membros do mesmo círculo de amigos, de ter tido gestos de carácter pedófilo durante umas férias em Maiorca, Espanha.
Gonçalo Amaral, o antigo responsável do Departamento de Investigação Criminal (DIC) da PJ de Portimão afirmou ontem durante um programa de televisão do jornalista Hernâni Carvalho que em Maio de 2007, apenas alguns dias depois do desaparecimento de Maddie, a polícia inglesa recebeu um depoimento onde se fazia referência a David Payne como um possível pedófilo mas que essa informação foi ocultada pela polícia inglesa durante mais de seis meses.
No documento indicado por Gonçalo Amaral – cujo conteúdo tive oportunidade de consultar – o casal S.G. e K.G. descreve Payne perguntando se a criança faria “isto” e mimando o que poderia ser descrito como sexo oral. Apesar de a denúncia ter chegado à PJ antes do arquivamento do caso, já sob a direcção de Paulo Rebelo, não foi feita qualquer diligência para apurar estas suspeitas.
O antigo coordenador do inquérito da PJ voltou ontem a insistir na urgência de questionar o Procurador-geral da Republica, assim como o Ministro da Justiça, acerca das pressões políticas e diplomáticas no caso Maddie que conduziram ao seu arquivamento.

Duarte Levy

One Comment
  1. 16/04/2009 07:25

    Buenos días y gracias, Duarte.

    Pero no hay peor ciego que quien no quiere ver ni peor sordo que quien no quiere oír.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: