Skip to content

Contas mal feitas no fundo de Maddie

09/04/2009

Gerry à saida da Igreja de Praia da Luz

Gerry à saida da Igreja de Praia da Luz

Gerry McCann, numa entrevista ao jornal “Portugal News” admitiu que o dinheiro do fundo criado nove dias depois do desaparecimento da filha pode esgotar-se no final do ano se continuar a ser gasto ao ritmo que tem sido até agora.
As afirmações do pai de Maddie acabaram por surpreender os mais atentos já que os dados recentemente revelados pelos responsáveis do fundo – do qual fazem agora parte Kate e Gerry – apontavam para a existência nos cofres daquele organismo de mais de 1,5 milhões de euros.
“Não secará nos próximos meses, mas provavelmente por altura do final do ano, ao ritmo a que estamos a usá-lo”, disse Gerry McCann ao “Portugal News” aquando da sua passagem pela Praia da Luz onde elementos do jornal acompanharam e ajudaram o pai de Madeleine.
As mais recentes contas conhecidas publicamente revelavam que apenas 13% dos cerca de 3 milhões tinham sido gastos na procura de Maddie mas Gerry McCann afirma agora que a família gastou e tem gasto “muito dinheiro” na tentativa de encontrar a criança, mas que “ainda há dinheiro no fundo”.
A recente campanha na Praia da Luz, o documentário que vai ser transmitido pelo canal de televisão Channel 4 antes de ser vendido a outras televisões e a próxima entrevista no show de Oprah nos Estados Unidos seriam, de acordo com uma fonte próxima do casal, meios para continuar a angariar mais dinheiro e impulsionar o fundo que, segundo Gerry McCann, vai continuar na busca de Madeleine.
Os McCann criaram o fundo financeiro para ajudar as buscas de Madeleine nove dias depois de a menina ter sido dada como desaparecida na Praia da Luz, mas por diversas vezes usaram os fundos para pagar despesas próprias como o pagamento do empréstimo da sua casa de Rothley, facto que tem alimentado a desconfiança dos mais críticos.
Até hoje o Ministério Público, apesar de todos os elementos novos que têm sido conhecidos, mantém o caso arquivado a aguardar melhor prova e mesmo as recentes alterações na PJ de Faro ou de Portimão não vêm anunciar grandes alterações no processo.

Duarte Levy

3 comentários
  1. Fernanda Soares permalink
    09/04/2009 22:10

    Na minha opinião, parece-me ridículo que elementos do Portugal News andem a ajudar o Gerry McCann… Se ajudassem as autoridades não seria pior, penso eu…

  2. 09/04/2009 07:12

    De nuevo gracias, Duarte.
    La última frase me deja pensativa: “e mesmo as recentes alterações na PJ de Faro ou de Portimão não vêm anunciar grandes alterações no processo.”

Trackbacks

  1. PJ identificou “privados” dos McCann « Duarte Levy…

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: