Skip to content

Caiu a maior rede de narcotráfico que operava na Galiza e no norte de Portugal

03/04/2009

As autoridades espanholas, numa operação conjunta com a Policia Judiciária e a Policia Federal suíça, iniciaram ontem o desmantelamento da maior rede de narcotráfico implantada na Galiza, Espanha, e prenderam o histórico contrabandista Marcial Dorado Baulde.

Dorado, que esteve por detrás de um transporte de mais de seis toneladas de cocaína em 2003, foi preso por ordens do juiz Fernando Marlaska quando se encontrava junto da sua filha, advogada, e do “braço direito” da organização, Benigno Viñas Allo.

A operação “Dourado”, iniciada na segunda-feira mas que ainda se encontra em curso, levou já à detenção de nove outros membros daquela organização criminosa assim como à apreensão de dois yates e oito automóveis de luxo.

Figura histórica do contrabando galego, Marcial Dorado Baulde é acusado de diversos crimes, nomeadamente do tráfico de cocaína, contrabando de tabaco e do branqueamento de capitais – com sessenta milhões de euros transferidos ilegalmente para a Suíça. Segundo um porta-voz da polícia espanhola, várias contas bancárias, num total de três milhões de euros, foram já identificadas, sendo ainda possível a existência de muitas outras.

No “South Sea” foram apanhadas 6 toneladas de cocaína

No “South Sea” foram apanhadas 6 toneladas de cocaína

A investigação, que começou em finais de 2003 com a captura do barco de pesca “South Sea”, concentrou-se no estudo da estrutura financeira da organização que dispunha, segundo o porta-voz da polícia espanhola, de ramificações na Suíça, Ilhas Virgens, Liechtenstein, Andorra, Belize, Bahamas, Marrocos e Portugal.

Até ao momento não foram detidos e identificados todos os intervenientes mas a delegação especial da “Agência Tributária” espanhola, que dirigiu a operação, conta prosseguir as investigações com a colaboração de diversas forças de polícia no estrangeiro. Até agora já participaram na operação a Policia Federal de Genebra e Berna, assim como a PJ.

Duarte Levy

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: