Skip to content

McCann querem voltar à televisão

31/03/2009

Gerry, Kate, Sean e Amelie de regresso a casa (Setembro 2007)

Os McCann de regresso a casa (Setembro 2007)

A pouco mais de um mês do segundo aniversário do desaparecimento de Maddie, a menina inglesa que desapareceu na Praia da Luz a 3 de Maio de 2007, os seus pais, Gerry e Kate McCann, estão mais uma vez a negociar uma entrevista para a televisão onde, segundo uma fonte próxima do casal, esperam lançar um novo apelo ao público.
De acordo com a mesma fonte, a entrevista do casal McCann seria gravada em Inglaterra mas transmitida igualmente no nosso país, já que existem contactos com um canal de televisão português que, como já vem sendo hábito, estaria pronto a contribuir financeiramente para o fundo criado depois do alegado rapto de Madeleine.
Kate e Gerry McCann – como o 24 horas já o tinha noticiado – estão igualmente a considerar a possibilidade de viajar até ao nosso pais para assinalarem no Algarve o segundo aniversário do desaparecimento da filha e reforçarem a campanha que está actualmente em curso na Praia da Luz e arredores.
O anúncio de uma entrevista do casal na televisão surpreendeu até os profissionais ingleses do sector, já que no inicio do mês o pai de Madeleine tinha criticado violentamente o trabalho dos jornalistas ingleses e portugueses perante uma comissão parlamentar.
Depois de se terem recusado a colaborar com a PJ no inquérito oficial ao desaparecimento da filha, Kate e Gerry, já arguidos, abandonaram Portugal com a ajuda dos representantes diplomáticos do Reino Unido no nosso país. Uma fuga filmada e transmitida em directo por diversos canais de televisão.
Os McCann deixaram de ser arguidos com a decisão do Ministério Público de arquivar o processo, que se encontra a aguardar melhor prova, após a saída de Gonçalo Amaral e a entrada no dossier de Paulo Rebelo, o qual nada fez para prosseguir a linha de inquérito aberta nos primeiros meses de investigação, como o prova o relatório final da PJ.
Diversas diligências ficaram por efectuar, entre elas a reconstituição dos gestos e movimentos dos nove adultos ingleses que acompanhavam Maddie na Praia da Luz e que, de acordo com as suas próprias declarações às autoridades portuguesas e britânicas, foram sempre muito contraditórias. Diversas testemunhas de nacionalidade espanhola, inglesa e irlandesa nunca foram ouvidas no processo.

Duarte Levy in 24horas

READ IN ENGLISH

5 comentários
  1. 04/04/2009 15:14

    Perante este despudor, a minha desilusão cresce perante esta gente, que pretende fazer dos portugueses e, neste caso particular das pessoas do Algarve – Praia da Luz uns tolos.

    Estas pessoas, depois tudo que disseram de Portugal deveriam ser banidos” do nosso cantinho e, se querem ganhar dinheiro por conta da negligencia, e sabe Deus mais o quê ( homicídio por negligência?) que vão para Inglaterra donde nunca deveriam ter saído!

  2. 31/03/2009 23:38

    Lembrei-me agora de uma coisa. E porque não entrarem numa novela da TVI? O porta-voz cor-de-rosa como autor do argumento e um dos 2528 advogados como realizador. Mas nada de cães na história. Livra!

  3. marialopes permalink
    31/03/2009 16:01

    se há coisa de que gosto é dos 114 canais de cabo e do comando da televisão.

    têmos uma relação….. INTÍMA diria eu. e o comando não desmente, lol lol lol

  4. matilde permalink
    31/03/2009 15:50

    Pelo que entendo, uma TV portuguesa vai pagar aos McCanns para projetar o apelo.
    Que loucura é esta?
    Os McCanns é que deviam pagar esta TV, pelo favor que vão fazer.
    De quem é a falta de caráter, dos Mccanns ou desta TV?
    De todos esses.
    Então os médias portugueses são tratados abaixo de cão, o povo algarvino idem e esta TV paga para lamber botas?

  5. 31/03/2009 10:50

    Não têm vergonha na cara e ninguém os obriga a ter.

Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: